Plágio é crime

OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE MINHA AUTORIA, E TEM SEUS DIREITOS RESERVADOS de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
Cite a fonte. Plágio é crime!

Seguidores

Clique e Aproveite as ofertas

Otimos preços ...

terça-feira, 29 de março de 2011

Imortal minhas palavras são !!!


Vivo desapareço e volto no começo
Sinto, grito, e não me reconheço
Finjo, luto, e não estou certo
De tudo de todos, caminhos macabros

Sigo mortal que sou
E vivo a era do ''contra-amor'' 
Respiro a paixão e vejo a escuridão

Olhos manchados, bocas caladas
Tudo perdeu sua razão
Pois é mais fácil viver na escuridão
Do que revelar a luz na multidão 

Vivo mortal eu sou
Sigo o caminho do abismo
E penso no que deixar
Pois marcas são eternas

Mortal eu posso ser
Mas palavras eu sei escrever
E com tudo que sinto posso descrever
A vida em seus pequenos momentos

O que é ser imortal
Talvez eu não saiba responder
Mas quem sabe as palavras respondam por mim .

sábado, 26 de março de 2011

Ruína do meu Mundo


O mundo está em ruínas
O céu está caindo 
E o mar se transformou em vermelho
O dia não existe
A noite não surgiu
E o amor se decaiu

O tempo não passa
O som é um grito 
Um grito de desespero

Quero que me deixe em paz
E dizer adeus não parece ser a soluçao
E os anjos choram
E o respeito está em extinção 

E digo um ate logo
A todos aqueles
Que me trazem lembranças
A todos que quero bem

O mundo parece chorar agora
A realidade não é tao real
Quanto o sonho que tenho em mente

Digo apenas ''até''
Para esse mundo de tristeza 
Pois dormirei até amanhecer
Pois será um novo dia
E o sentimento acordará 
Pois será um novo amanhã

O sol aparecerá seu dormir?
O sentimento voltará ?
E a realidade não será mais esse pesadelo ? 

Como é dificil ver 
Como é dificil conviver
E simplesmente não poder fazer nada para impedir
Que a dor volte a tona 
Para que eu veja voce ir 

Ir por um rumo
que desaparecerá da luz
Que os meus olhos podem enxergar 
É triste ver a ruina desse mundo
Desse tempo
Dessa realidade . 

quinta-feira, 24 de março de 2011

O que procurar ?


O que eu preciso realmente saber
O que desejos e o que me faz bem
Em tantas vezes eu senti
No fechar do olhos o meu viver

E por tantas vezes eu me apaixonei 
E todas elas eu pensei
Que tudo poderia se resolver
Se eu tomasse a atitude para ''vencer''

Mas o que eu procurei?
Um sorriso, um olhar
Quem sabe um beijar
Pode ser um rosto, um atributo 
Ou algo que venha do fundo do corpo

Eu não sei dizer
Tantos sorrisos, olhares, bocas
Tudo a se desejar
Um querer, um sentir
Que parte a minha mente
E me faz mentir

Minto e acredito
Naquilo que invento
Talvez seja ilusão
E por dentro dessa confusão
Sou capaz acreditar
Na dor que sinto por lhe ''amar''

Mas a verdade é que busco tudo
O conjunto perfeito
O olhar, o sorriso, o cabelo, a face
Tudo em harmonia e que faça sentir em ''festa''
Pode estar distante 
Mas seguirei em frente.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Em busca do fim perfeito.


Realidade ou ilusao
Tudo tem sua distinção
E a plenitude do meu ser
Me refez ver

Tal caso eu tentei
E por fim me decepcionei
Mas sempre buscarei
O meu querer

Talvez eu esteja apaixonado
Ou simplesmente alucinado 
Eu não quero mentir
Então não disse "te amo" pra você 

Eu só espero encontrar
O real sentido de amar
Por mais que pareça loucura
Vou atrás dessa aventura 

Vou voar em rumo a verdade
Talvez em meu caminho encontre a "nossa" realidade
E por fim o fim ficaremos juntos
Esse seria o meu desejo 
Esse seria o final perfeito   

segunda-feira, 21 de março de 2011

Finalidade ou Causalidade


As vezes conhecemos a realidade, 
E por finalidade ou causalidade gostamos dela,
Talvez isso aconteça, 
Talvez você saia da minha cabeça

A causalidade de tudo isso
É que sempre terei essa lembrança
Que ficará no seu espaço
E por fim desaparecerá 
Como se nada tivesse acontecido

O momento e a finalidade disso
É que no futuro vou poder falar
Que gostei de uma doce criança
Que suspirava e me encantava

As vezes não é suficiente
A finalidade ou causalidade da gente
Mas talvez seja o suficiente
Para disfarça a imagem triste 

Mas por fim o fim chegou
E o tempo que dediquei 
Ficou para traz do meu ser 

Agora reanimado fico
Pois caminhos felizes eu tenho 

Amigos e familia e algum dia 
A ''Sua'' companhia

Um dia . . .


Quem sabe um dia 
De alegria e de magia 
Me faça esquecer
O quão descuidado fui

E o momento exceto esse eu consiga 
Esquecer da minha dor e ser feliz
Talvez o tempo não seja a solução
Para esquecer o meu pobre coração

A solução é dar passos a frente
E seguir com meu caminho
Em busca de uma reação equivalente
Aos ''carrinhos'' seus 

Enquanto eu estiver vivo 
Sempre tentarei
Suportar as dores que sei
Que não posso falar
Então ninguém poderá me ajudar

Esse é meu caminho
Seguir a vários ''pontos'' sozinho
Em busca do que é verdadeiro

Assim sempre terei um dia que esquecerei
Da minha dor, do meu ''suposto amor''

sábado, 19 de março de 2011

Talvez eu consiga . . . !!!


Você não sai do meu pensamento
Do que precisa para ir  ?
Uma bela canção cantarei 
E espero que o fim cheque em mim

Pois minha morte certa
E corretamente inversa
Ao seu desejo 
Ao meu desejo 

O que mais quero agora
É acorda, e percebe que foi tudo um sonho
É aprender, a não te querer enfadonhamente 
É viver, sem ter que pensar em te perder

Por uma hora
Por um minuto 
Ou se quer um segundo
Você não sai do meu pensamento

O que precisa nesse momento?
Eu te darei amor concreto 
Em troca disso 
Apenas preciso
Sentir seu ar por perto 

Porque parece não haver saída
Em todo lado eu vejo você
No ónibus no carro, ate mesmo na TV
Por que me sinto assim

Eu preciso tanto de você aqui ?
E se preciso por que não consigo ?
Então por que vivo ? 

Talvez por uma hora
Um minuto ou ate mesmo um segundo 
Eu deixe de te querer 
Para sim seguir em frente

quinta-feira, 17 de março de 2011

Por que Parece ?


Por que parece nao ver ?
Por que parece nao sentir ? 
Por que tens esse poder ?
Por que fazes isso ?
Nao sei . . . 
Nao sei se notou 
Nao sei se eu falei
Nao sei se leu
Os versos meus
As carta minhas
Tudo em mim eu fiz pra ti 

E agora o tempo condena
A imagem secreta do amor
Mas só agora eu prestei atenção 
Nos olhos seus
Que me disseram adeus

Por quanto tempo eu aguentei 
Não quis ti dizer
Por quanto tempo eu esperei
A resposta da pergunta não feita

E tudo isso me leva ao fim
Esse é o caminho que eu escolhi
Por gostar tanto de ti
E simplesmente por não lhe dizer 

terça-feira, 15 de março de 2011

Um respirar


O vazio que me ocorre
É fruto da discórdia dos meus pensamentos
E o vento que passa pelos meus ouvidos
Ecoa no sentido do sofrimento

A angustia que me trazes
É redundante a verdade que vos digo
E a simplicidade de um sorriso
E o que nos faz amigos

E a mentira que lhe conto
E a verdade que sinto por traz de ti
No olhar eu me escondo 
E na renuncia eu vivo

E o dia da partida
Eu me desespero ao vê-lá ir 
E contra o destino 
Me deito em seu caminho

E no abrigo do seus braços quero estar
E no dia da partida, ficar
No seu colo relaxar
E pode um dia respirar 

segunda-feira, 14 de março de 2011

O mais triste de tudo !!!


O mais triste de tudo 
É olhar sua imagem
E sentimento algum surgir
E por mais que eu tente 
Os bons tempos
São apenas lembranças

O mais triste de tudo
É ver que tudo que passamos
Não significou nada para você
E simples momentos,esses desapareceram

o mais triste de tudo
É ver que tudo não passou de ilusão
Amizade ou não aparentemente em vão
E os dias mais calmos não existem mais  

O mais triste de tudo
É ver sua partida 
E por instantes lembrar de antes
Que todo o tempo foi um devaneio
E o mundo observou em silencio 

O mais triste de tudo
É não sentir mais o que era reflescante
Um brisa no fim da tarde
Tudo isso passou 
E o que restou 
Foi fragmentos do nosso sonho  

domingo, 6 de março de 2011

Distancia entre nós !!!


Te amo, te gosto. te adoro
E pelo fato do destino te conheci
Te odeio, te detesto, te repudio 
Pelo fato de não estar com voce

O fato muda o contato 
A realidade é simplesmente ''um chato''
O destino só nos faz sofrer
E sem parar de querer 
Ter nascido perto de você

O estado presente
Mudou o meu caracter
Fez eu me odiar, por simplesmente te amar

A distancia que nós separa 
E aquela bem rara
Aquela da mentira na cara
E da ausência do toque

Talvez por ironia do destino 
Esse seja apenas um obstáculo
Ou apenas mais uma crise do ''estado''
O fato é que talvez demore
Mais só talvez encontre
O que eu encontrava nos olhos seus 

Te amo, te odeio, Te gosto, te repudio 
Não vivo sem, Não vivo bem
Talvez só talvez eu deva te conhecer
E esclarecer o que eu sinto por você 

sexta-feira, 4 de março de 2011

se as palavras mudassem . . .

Eu desejo todo dia 
Mudar a minha alegria
Eu não consigo mais ser feliz
Sem o raio dos olhos seus 

Eu não entendo o que eu fiz
Eu só entendo o que eu perdi
A boca sua que me devora
O rosto seu que me acalma

Eu não sei aonde eu errei
Talvez deixe você sofrer
Mas no tempo presente
Não sou mais 
Que um amigo ausente

Todo tempo que passei contigo
Foi o melhor, o mais bem vivido
O sorriso mais verdadeiro
O olhar transparente no desejo

Por toda minha vida eu quis alguém assim
E no meu sonho fiz você feliz
Por que não viver na realidade
O meu desejo em plena humildade

Eu desejo, eu te quero, 
Eu preciso do sorriso seu
Eu vivo, eu morro
Pra tiver feliz nos braços meus 
Por que simplesmente deixei você fugir ? 

quinta-feira, 3 de março de 2011

Desconectado por Voce


As vezes penso ser conectado ao mundo
A tanta informação que passa e não percebemos
Acumula nas nossas mente, nossos sonhos são roubados

Mas ultimamente algo tem mudado
Me sinto desconectado 
Fora do ar, do alcance da vida

O que faz eu ficar no ar
Deve ser a capacidade de gostar
De conversas tão relativas quanto agradaveis
E possivelmente inúteis

Deve ser a possibilidade de me transportar
E a vida não ser levada tão a serio no bem estar
Deve ser a chance de mudar
E a vida se tornar o sonho que sonhará

Tudo deve ocorrer como pensava 
O mundo girava  e você me acalmava
E tudo que preciso para viver
É manter contato com você 
Que mesmo que distante
Me deixa sempre irradiante 

Em busca


criamos um mundo perfeito em nossas mentes
E no fundo do peito percebemos 
Que não somos capazes
De ditar o futuro como a gente quer

Criamos uma imagem do ser perfeito
E no fundo do coração sabemos 
Que por mais que procuremos 
Não encontraremos 
Alguém perfeito

Criamos uma personalidade brilhante
E no fundo das nossas mentes
Que não agradaremos a todos
E por mais que tentemos 
Seremos odiados

Criamos a vida perfeita em nossos sonhos
E no fundo do nosso ser percebemos
Que tudo não passou de um sonho uma ilusão
Onde pensávamos ser capazes
De encontrar, de agradar, de viver 
A perfeição no mundo imperfeito
Mas tudo nos traz ao o agora 
Que nos mostra o quão imperfeito nosso ser é 
E com todos os defeitos vivemos em busca do surrealismo 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...