Plágio é crime

OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE MINHA AUTORIA, E TEM SEUS DIREITOS RESERVADOS de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
Cite a fonte. Plágio é crime!

Seguidores

domingo, 3 de julho de 2011

Caminhando Na Chuva



Um dia caminhei na chuva
E o intervalo de tempo me contava
Que a vida se leva nas sombras
Da noite e da mente humana

Um dia eu percebi 
Que o céu não existia
Que o limite era mentira
E a vida se passa na distancia de um segundo

Um dia eu pensei
E pode ver que as coisas são simples
Que o ''mundo'' é portátil
Eu o levo acima do pescoço 

A noite eu caminhei na chuva
E o intervalo de tempo de cada gota
Me contaram as mentiras
Que a mente humana vivia 

Uma noite eu percebi
Que a existência em si 
Não existia
Que o mundo não tinha limites 
De erros e de discórdias

Uma noite eu pensei 
Que o dia podia
Fazer com que a noite fria
Viesse a acabar

Eu cheguei a conclusão
Que o intervalo de tempo 
É suficientemente pequeno 
Para aproveitar ao menos uma vez 
A gota da chuva que cai no rosto
Enquanto eu caminho na chuva


E se o tempo é suficientemente pequeno para isso
Então para minha vida e minha felicidade és também
És um intervalo de tempo 
És a distancia de um segundo ao outro
Esse é que devemos aproveitar
Esse é o tempo da felicidade eterna   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostar comenta . . . o que sentes e o porque . . . muito obrigado pela visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...