Plágio é crime

OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE MINHA AUTORIA, E TEM SEUS DIREITOS RESERVADOS de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
Cite a fonte. Plágio é crime!

Seguidores

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Perdoe me



Perdoe me pelos erros e desculpas 
Maldadas e mentirosas
E que sempre lhe fizeram se afastar

Perdoe me pelos sentimentos erróneos
Que por atos demonstrados ou não
Só causaram a nossa separação

Perdoe me pelo tempo que passou
E ao seu lado eu não estive 
E os erros e descobertas aconteceram sem minha ajuda

Perdoe me pelas palavras mal ditas
Que poderá não compreender
E por fim acabaste não entendendo 

Perdoe me por tudo enfim 
Pois nada és de mim sem ti 
Que clareia meu caminho

Perdoe me por nada afim que
Nada que eu fizeste fosse o suficiente
E minha capacidade de fazê-lá feliz 
Fosse determinada apenas perto de ti 
E não na face de quando dormes

Perdoe me os meus erros
Pois deles eu a fiz afastar
Me odiar ou quem sabe nem ligar
E que dia após dia me fizesse lembrar
Que com alguém trilhamos a vida 
Escolhemos, acolhemos, conhecemos e aprendemos

Esse alguém pudesse ser você
Quem a tanto quis 
Mas a quem tanto me distancie 

Hoje eu prometo não me arrepender 
De ter conhecido você 
O meu maior querer
E o fruto de todo o meu saber 
Que o amor é conhecimento
É como devaneio passageiro as vezes
Mas eterno em consciência 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostar comenta . . . o que sentes e o porque . . . muito obrigado pela visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...