Plágio é crime

OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE MINHA AUTORIA, E TEM SEUS DIREITOS RESERVADOS de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
Cite a fonte. Plágio é crime!

Seguidores

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Vou Indo ... !!!


E rimando
Meu verso estranho
Minha poesia
Meu Jeito de ir sozinho
Como quem sabe que depois do ponto
Vem estrofe
Abrindo caminho
Sobe desce a linha do meu rascunho
Controlo os batimentos 
O manejar do punho
Teço minha palavras
As vezes sentindo 
As vezes sem sentido
Mas nunca falsa modéstia 
Falta nada além de um pouco de controvérsia 
Pois até hoje nunca estive sozinho
Sempre existiu um amigo,
Seja quem fosse
Ele é...

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Simplesmente Nós...!!!

Deixa que falem
Ou pensem 
Nada disto nós afeta 
Porque nossa vida
É agora, é na hora 
Nossa escolha é concreta
É feita pelos sentidos aguçados
Que temos um pelo outro
É como nossa certeza,
Absoluta em amar,
Não há o que digam ,
Não há o que façam,
É inevitável destino nosso,
É o que prende os nossos laços
Nó interminável
Força além da conta
De continuar em frente,
Nosso verdadeiro sonho
De sermos apenas 
Simplesmente nós...!!!

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Sou ... !!!


Há saudade 
Mas não há falta
Há distância
Mas não há Afastamento 
Há medo de perde
Mas não há o que temer
Há sempre o que se pensar
Mas não há silencio na alma
Há dor mas não há como evitar...
Amar sem parâmetro 
Sem distancia
Sem falta 
Sem duvida, 
Há ausência de presença
Mas não há medo de tentar
Arriscar por amar
Riscar o mar 
Sem nada a pensar
Querer por querer,
Estar junto se puder
Sendo ou não sendo
Verdade absoluta
Sou o que me brando a falar
Sou o amor que decido sustentar
Sou a saudade de um tempo perdido
Mas não dispensável 
Sou a saudade que hoje demonstro em meus atos
Sou amor pura distância. 

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Guia-Me...!!!


De ventania ao norte
A noite não me cala
Sinto sua alma
Pesada e Delicada
Sempre majestosa presença
Que não me falha a memoria
Sinto sua mãos 
Em minha cabeça tocar
Tipico vento que me põe pra repousar
Leve e fresco como brisa de veraneio 
Sou seu como jamais deixei de ser eu 
Sou mais eu do que já imaginei
Por que em "mim", adicionei teu eu 
Como quem se completa,
Transborda sorriso
Em minha vida, em meu futuro
Guia-me com frescor
De uma brisa leve 
Que eu sempre penso ao sentir
Existe algo bom...!!!

domingo, 21 de dezembro de 2014

Amém!


Ao anoitecer surge nosso momento,
Aquela aproximação mais íntima.
Quantas e quantas vezes já te vi dormir, meu bem,
E cada vez mais anseio para que isso seja palpável, presencial.
Enfrento uma contradição existencial
“Ser ou não ser! Eis a questão.”
Mas nos últimos dias
Vendo o dormir
Tenho falado sinceramente com Deus
Sim, com Deus.
Falo de você...
Do quanto te espero, te quero, te amo.
Espero aquelas respostas, que só o tempo me dará, para aquelas perguntas
“eu mereço todo esse amor que ele tem a me oferecer?”, “eu serei tudo o que ele precisa?”
Tudo bem, às vezes o sono interrompe essa conversa,
Mas sabemos que minhas intensões foram sinceras ao começar a conversar.
Apenas desejo que seja bom e bem guardado.
Minha canção preferida de determinada banda fala por nós:
“Dear God, the only thing I ask of you is

To hold her when I'm not around

When I'm much too far away
We all need that person who can be true to you”


Deus, apenas cuide de nós quando não pudermos nos cuidar. Amém!
                                                                                                                                    (Uma Não Poetisa)

Brincadeira de criança.


Há 10 anos já não tenho 10
Aquele sabor da infância já não sinto mais em meus lábios
Toda aquela correria, seguida de um grito “31 meu”
Deu lugar a outra correria e gritos de socorro “férias”.
Quando enfim tive tempo de voltar a ver as pessoas passarem na rua
Despreocupada,
Crianças me reviveram o que é ser criança.
Gritos agudos na hora de fugir no pega-pega,
Aquele clássico bulling com a mais nova, que nunca é café com leite de verdade
A determinação dessa pequena em pegar a maior
Pra mostrar que sim, ela é pequena mas consegue atingir grandes objetivos,
Meu Deus, já nem lembrava mais como se brincava de:
- Elefante Colorido!
- Que Cor?
- Vermelho.... aaah não vale, não é desse tipo de vermelho que eu to falando, é do vermelho forte. No muro da casa da minha mãe tem, bluuur, vocês não podem ir la!
Aquela velha pirraça de quem não sabe perder...
Crianças correndo ao meu redor me trouxeram minha criança interior,
Não corri junto com elas
Já que é só criança interior...
Meu corpo já não é mais tão jovem assim,

Afinal, 2.1 hoje em dia não é brincadeira de criança.
                                                                                                                                    (Uma Não Poetisa)

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Agora Eu Sei ...!!!


Agora eu sei quem é
Eu sei quem fui
Agora, melhor ao seu lado
Meu eu incrementado.

Só me adiciona
Nada ao contrario
Não nos anulamos
Nem tão oposto somos
Somos compostos

Hoje só faz sentido
As contas que sei 
Porquê eu a tenho na cabeça
No peito e na alma

Entrelace, nó perfeito
Que não desata
Não acaba, muito menos desgasta
Agora eu sei
Que onde estou,
É meu melhor momento
E ao seu lado tudo é 
Como devia ser
Perfeito.

REcomeço



Foi-se o tempo que caminhei só
Daquelas frases de incertezas trago apenas os pontos de interrogação
Pontos para novas paradas...
novas perguntas que certamente faremos.
Foice o medo de caminhar só
Edificando sonhos e presenças
Já não sou mais eu
Sou nós
Mais que dois... quatro... cinco, quem sabe.
Apresento-lhes esse novo eu
Cheio de nós para todos os lados,
Nos nós nosso sou mais eu.
Este sou, agora, reinventado
Este sou nós no momento que me redefiniu.
(Uma Não Poetisa)

domingo, 14 de dezembro de 2014

Me encorajam ...!!!


Brando me ao seu amor
Escolho o destino 
Ao seu lado, 
Meu derradeiro caminho
Eis que me curvo a vontade do tempo
Obriga-me a distância enfrentar
Sendo o meu maior espinho
Sugo toda a força que tenho
Encorajo-me  a continuar
A batalha não termina
Se o combatente não parar
Eis o que me "obriga"
A sorrir todo dia
Saber que em minha vida
A por quem brigar
Nada nessa corrida 
Será perda de tempo
Se no final aprendermos a amar
Eis que me amo, por tentar
Eis que a amo, por me encontrar
Eis que amo, por me salvarem
De todo meu ser escuro
Tendo a sempre ter
Motivo pra vencer
E hoje o dia 
Não poderia ser diferente
Nublado ou quente
Eu vou sempre 
Sempre Em(Frente).

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Chove em Mim

Pois é menina
Hoje é dia de chover
Alegria que não para
Dormir sem percebe
Chover, só ver 
É menina
Só sendo, 
Pra ir vendo
Ser chuva
Que molha a vida
Que irriga a cantiga
Fazendo nós cantar
Pois é menina
É teu sorriso 
Que se faz dia
De neblina,
De calmaria, ou apenas
Sol e luar
Pois bem minha menina
Sendo dia claro
Ou noite escura
Eu sei bem o que me anima
É ver nós brilhos dos seus olhos
Chuva de sentimentos
Declarando em meu peito
Seu amor irrigado
Chove em mim
Minha menina
Que eu durmo ao seu lado.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

As Suas Palavras


E as palavras
Não expressão seu sorriso
Muito menos os seus gritos
Altos gritos no silencio das suas linhas
Que drama cirúrgico
Mover para o papel o que se pensa
Como pinça/pencil
Coloca sobre a mesa
Letra e mais letras
Removendo a agonia
Que guarda na cabeça
Sutileza essa que tens
De me transmitir tão bem
O que não tens,
Verdades incontestáveis
Que muitas vezes 
Nem mesmo acreditas
Mesmo assim deposita
Em um papel sua liberdade
Expressão sem pressão 
Doce de incontáveis horas
Que me delicio
Ao me derreter por palavras
As quais são suas
Num completo derivar
Sem saber onde pisar...!!!

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Dançando junto A Ti


Deixa eu conhecer você
Mesmo que por acidente 
Eu venha a me apaixonar
E por tragedia eu venha a lhe desejar
Talvez o caos seja estabelecido
Você comigo
Estranha amiga 
Que conversa comigo
Me chama pra lá e pra cá
Mexe com minha alma
Me encanta cigana 
Que faz o meu mundo girar
Transforma minha tristeza em alegria
Me fazes cantar
Dentre quem sou, 
Tu és mais forte
Com sorte, eu lhe tenho
Me encontrado sem muito empenho
Destino transmutável 
Que um dia escolhemos
E hoje vivemos sem a menor duvida
Almas que tiram seus dias 
Para dançar....!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...