Plágio é crime

OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE MINHA AUTORIA, E TEM SEUS DIREITOS RESERVADOS de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
Cite a fonte. Plágio é crime!

Seguidores

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Meu pequeno Pupilo


E o sol vem despertar
A solidão nunca mais se ouviu falar 
Deixou de ser existente
Criança abençoada no ventre
Hoje aqui dorme em meus pensamentos
Hoje lhe amo um pouco mais do que ontem
Amanha será um novo dia
E amar você será mais que possível
Mais do que inevitável,
Será sempre mais e mais
Já não posso conter a alegria de lhe ter,
Um menino que tem nome de rei
Um príncipe já bem amado
Cercado por inúmeras radiações
E no espaço que aqui me eleva
Serei o meu melhor, exemplo, estará em minhas orações
E no caminho da vida, sempre estarei com você
Meu amor eterno, a cada partícula, a cada instante
A cada momento que eu puder
Pois hoje, menino, 
Amanhã homem
Mas nunca deixará de ser
Meu sobrinho, Afilhado
Meu pupilo, a imagem clara
Da minha pequena em meus braços.

Universo de não ser...!!!


E o tempo renasce como haveria de ser
Como quem nada sabe 
Tudo pode acontecer 

Sempre despindo meu ser
Sou singelo em dizer
Hoje eu vou vencer 

E na estrada vida caminho ao horizonte
Mas ao norte não é meu caminho
Sou vizinho do sul, do oeste,
Quem sabe leste me dê um rumo

Sou crente naquilo que não digo
Expresso-me quando sorriu 
Sou sincero em dizer 
eu amo e inimigos não tenho

Tenho mente aberta
Certa pro incerto concreto
Sou capaz de escrever em linhas tortas
Mas prefiro ser eu o torto
Não tenho nada além de meus pensamentos, 
De quem eu sou, ou do que levo no peito
Sou menino poeta, homem imperfeito

E na inacreditável linha da vida 
Sou artista dos seus traços mais espetaculares
E dos erros não apagados, meus infinitésimos defeitos 
Sou um completo universo de não sê-lo 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...