Plágio é crime

OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE MINHA AUTORIA, E TEM SEUS DIREITOS RESERVADOS de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
Cite a fonte. Plágio é crime!

Seguidores

Clique e Aproveite as ofertas

Otimos preços ...

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Meus Retalhos


Meu bem querer,
Desde o início lhe ofereci meu coração, meus ouvidos e meus braços
Para lhe acolher, confortar e acalentar.
Já tive muito medo de me envolver, me deixar levar e por fim sofrer,
Quantas vezes já não viveu o mesmo, não é?!
Sabemos o que é sofrer de ausências
A falta de palavras que removem mágoas,
A falta de presenças que formam os laços,
A falta de espaço que cria a correspondência,
De tantas faltas apenas uma permanência, a insegurança.
Este coração que lhe ofereço é cheio de remendos, uma colcha de retalhos
Cada quadradinho de tecido é uma história, talvez não possa contar sobre cada pedaço
Mas posso contar da linha que usei em cada um desses remendos, esperança.
Tem dias que me sinto bem com meus remendos
Mantenho-me confiante e motivada,
Mas tem dias que os fios começam a se soltar e a esperança se vai
É quando busco um coração, ouvidos e braços prontos para me acolher, confortar e acalentar
E então me redefino, refaço meus retalhos e me coloco aqui,
Pronta para servir de colcha para seu coração, para acolhe-lo, conforta-lo e acalenta-lo,
Se você quiser, meu bem querer.

(Uma Não Poetisa)

domingo, 26 de junho de 2016

Tentando Entender.


Tente me entender
Falo as vezes
Mas parece não ver

Somos assim, irreverentes 
Capazes de viver 
Sendo metade de um ser

Procuramos sem saber 
Encontramos sem querer
Somos incapazes de perceber 

Irreverentes nossos saberes
E se percebemos a capacidade de sorrir 
Somos mais felizes
Sendo unidade e não metade

A cada pessoa que pertence ao meu viver
Me divido por inteiro 
E na divisão do meu ser
Me torno inteiro

Pois aprendi que dividir quem sou
Divulgo o amor
Que acredito existir
Sendo assim a vida sem fim.

Livres Somos.


A muito tempo eu decidi
Que a vida minha,
Não seria só minha,
Seria um elo perpetuo 
Das minhas escolhas,
Permanente mudança de ideias
Tempestade a qual me digno a controlar
Momentaneamente, pois nem sempre é possível
Ou desejável tal ato de escolha,
O imprevisível também é bem vindo,
Visto que não sabemos o que exatamente queremos,
Chance que damos a vida de nos surpreender 
E que sejamos sinceros em nossa verdades,
Vive-las intensamente, acreditando sempre
Que precisamos aprender a viver.
Sejamos assim, momentaneamente felizes,
Por assim pode escolher como viver.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...