Plágio é crime

OS TEXTOS AQUI PUBLICADOS SÃO DE MINHA AUTORIA, E TEM SEUS DIREITOS RESERVADOS de acordo com a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
Cite a fonte. Plágio é crime!

Seguidores

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O que ser ?


Tão poucas pessoas gostam de mim
Tão poucas pessoas se importam com minha existência
Tão poucas pessoas notam o que eu faço
Tão poucas pessoas se importam com o que eu acho 

Então por que tanta gente me faz sofrer?
Gente que diz sentir e ver
Gente que mente sem perceber

Por que me fazem sofrer ?
Eu agi errado, fui indelicado
Ou foi o meu jeito ser . . . 

Será que é por que exijo demais ?
Ou será que é por que penso
Que todos deveriam se doar
Como me doou pelos demais

Talvez o errado seja eu
Talvez tão poucas pessoas não existem
E por uma fração de segundo
Ou talvez ate de anos 
Vivo só em meu mundo

Meu mundo, onde tudo é bonito
O sentimento mais "florido" 
E o tempo e a distancia 
Sempre são poucos na dimensão do amor 

Talvez eu não seja de uma forma legal
E então aqueles que disseram que seria imortal
O tempo, as lembranças, o desejo real 
Não passou de uma ilusão 

E o tempo foi o sujeito 
Que demonstrou o medo
E  foi verbo de todas as minhas escolhas
E o complemento de todas as minhas dores 

Então por si só termino
Uma escolha, vários caminhos
Mas em todos os caminhos 
O tempo será presente, será futuro
E o passado que já se era 
Nada mudará no fato de eu me torna
A pessoa amarga que mostro no olhar 

3 comentários:

  1. Aqui fica bem claro uma dor inevitável, que é a dor de se sentir só, de ver que poucas pessoas gostam verdadeiramente da gente e que isso torna a vida um pouco vazia, sem brilho.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. poxa tudo isso é verdade....
    a poesia está totalmemte melancolica...do jeito q algumas pessoas como eu se sentem...amei

    ResponderExcluir

Se gostar comenta . . . o que sentes e o porque . . . muito obrigado pela visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...